Esportes Mais Perigosos do Mundo – Top 5

Confira o top 5 dos Esportes Mais Radicais e Perigosos do Mundo

Algumas pessoas cansadas do cotidiano, costuma buscar por passatempos, alguns Hobbies distrações, e alguns encontram a saída nos esportes. Mas para a fuga da tediosidade do dia-a-dia alguns procuram por um pouco de Adrenalina, e para os amantes da adrenalina e de esportes radicais, não importa muito alguns riscos pela sua paixão. Conheça os 5 Esportes Mais Perigosos do Mundo, por numero de mortes de praticantes.

E o top 5 Esportes mais Perigosos do Mundo são…

5 – Heli-Skiing

Nada mais nada menos que, um helicóptero que te leva ao topo de uma montanha, topo esse que se não fosse o helicóptero seria ele inacessível, e você (o esquiador) simplesmente deve saltar e desce esquiando. Completamente simples não? Mas se fosse simples assim não estaria nessa lista, acontece que o praticamente do esporte, vai saltar sobre uma montanha do qual ele não conhece o terreno e sem nenhuma sinalização!

O a pratica do esporte é proibida na Alemanha e na França, além de uma petição com mais de 15 mil assinaturas ja registrada para que também o fosse na Suíça. Em 2017 existiam no mundo cerca de 7 mil praticantes e a taxa de morte é de 1 pessoa para cada 1 mil praticantes.

4 – Street Luge

Esse remete a infância de alguns de nós ou de nossos pais que ja brincaram com carrinho de rolimã. Assim como nos carrinhos a pratica deste esporte depende da gravidade, com o uso imprescindível de roupas de proteção e capacete, o praticante desse que é um dos esportes mais perigosos do mundo, deita sobre uma especie de skate, e desce ladeira abaixo em uma corrida. Deitado de costas e usando de inclinação do corpo para fazer curvas, (atletas mais avançados praticam de bruços) mas as vezes as curvas não acontecem, e ai que está o perigo do esporte, uma vez que chega a ultrapassar a marca de 100km/h.

O numero de praticamente era de cerca de 1200 em 2017 e a taxa de morte a cada mil é de cerca de 1,7. Tal letalidade pode ser conferida no video, uma vez que algumas pessoas praticam o esporte em rodovias, e acidentes pode acontecer, desde carros animais atravessando na pista, colisoes entre os atletas ou curvas não feitas com sucesso.

3 – Free Style Motocross

Para quem já assistiu o filme “Motoqueiro Fantasmas” de 2007 consegue ter uma noção do perigo do esporte. O por que do esporte ser tão perigoso? Um motociclista irá com sua moto fazer saltos para impressionar os juízes a fim de conseguir uma avaliação melhor que seus adversários. Os saltos podem chegar aos 10 metros de altura, e nem sempre a aterrizagem com a moto da certo, as vezes a aterrizagem da moto e do motoqueiro nem acontece no mesmo lugar.

O numero de praticantes era de cerca de 6 mil em 2017, e a taxa de morte para cada mil praticantes gira em torno de 1,8! Isso referente a mortes, quantos braços, pernas ou colunas não estão por ai danificadas?

2 – Big Wave Surf

O surf em si já possui os seus riscos, mas e se ele fosse praticado em águas violentas com ondas de até 24 metros! Mas relaxa que não é sempre 24 metros, esse é o record mundial do Brasileiro Rodrigo Koxa, que entrou para o livro do recordes. Creio não precisar explicar muito o perigo do esportes, mas já assistiu ao desenho “Tá Dando Onda”, além dos riscos com formações rochosas, existe o perigo da quebra das ondas, a pressão da água sobre o atleta, é tamanha que pode arrebentar o tímpano, além dos riscos do atleta ficar desacordado com o impacto e se afogar.

O numero de praticantes é de cerca de 1000 corajosos, e a taxa de morte para cada Mil é de 3.

Record Mundial estabelecido pelo Brasileiro Rodrigo Koxa em 2017.

1 – Wing Walking

O mais tranquilo da lista! Só que não! O esporte talvez não muito conhecido até dado o numero de praticantes (corajosos!?) ser baixo, apenas cerca de 200 no mundo. Tá mas beleza, quem que consiste o esporte? Simples simples! É só andar sobre as asas de um avião biplano em pleno voou, plantas umas bananeiras ali e outras aqui, nada de mais. Alguns ate mesmo trocam de um avião a outro em ar.

A primeira lei wing walking é: “Nunca largue do que você está segurando até estar segurando em outra coisa”, e sempre que desrespeitada, bem, vira suicidio.

Como dito, são cerca de 200 praticantes em todo o mundo com dados de 2017 e a taxa de mortos é de 5 para cada mil praticamente.

Os esportes mais perigosos são os que mais matam?

Não! São os mais propensos para que uma fatalidade ocorra. Mas no futebol por exemplo se morrem mais pessoas, mas nem sempre em decorrência do futebol, as vezes por ataque cardíacos e etc, outras também por trombadas (essas sim são decorrentes do esporte). Esportes de alto rendimento, paraquedismo e outros, também apresentam mortes… Mas como o numero de praticantes é maior, sua “taxa de letalidade” é menor, além de que a segurança desses esportes não dá nem para comparar!

Confira também:

Matheus Henrique

Um amante de esportes e e-Sports. Além de escrever para o Ei Sports escrevo também para outros sites pertencentes ao grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo