Thiago Braz está de volta, mas dessa vez volta com o Bronze!

Se você gosta e acompanha as Olímpiadas de perto, vai se lembrar dele, Thiago Braz! O Brasileiro que causou o alvoroço em 2016 na Olímpiada. Isso mesmo, o que brasileiro que quebrou recordes no salto com vara. Onde a disputa e quebra de recordes contra seu adversário. Pois é, ele está de volta nas Olímpiadas de Tóquio 2020.

Mas, dessa vez, ele acabou que não levou consigo o ouro para casa, como foi em 2016, onde levou para casa duas medalhas olímpicas de ouro pra casa. Porém, na olímpiada de Tóquio, foi diferente, em vez de sair com ouro, saiu com bronze.

Não que seja algo ruim, é um feito e tanto chegar a tal patamar, fora em duas olímpiadas consecutivas.

Thiago Braz e o Bronze na Olímpiada de Tóquio 2020.

Foto/Reprodução: Thiago Braz nas Olímpiadas Tóquio 2020.
Foto/Reprodução: Thiago Braz nas Olímpiadas Tóquio 2020.

O paulista Thiago Braz, tem 27 anos, e realizou a marca de 5,84m na temporada. Agora, o sueco Armand Duplantis, recordista mundial na prova, reafirmou o favoritismo e saiu com o ouro. Em prata, o norte americano Christopher Nilsen com 5,97m.

Nielsen e Duplantis vieram a deixar Thiago Braz pelo caminho, após saltarem para 5.92m. O americano e o sueco também conseguiram saltar para 5.97m, entretanto, apenas Armand atingiu a marca de 6.02m de altura. Além disso, o americano ainda tentou alcançar o índice, mas falhou nas três tentativas e ficou com a prata.

Conforme dito, na medalha de bronze com Thiago Braz, assim o Brasil possui um total de duas medalhas no atletismo. Com 400m com barreiras. Além disso, Alison dos Santos, é outro que conquistou o bronze, e com direito a um recorde sul-americano(46s72).

Leia Também:

Thalisson Gabriel

Gosto muito de basquete e e-Sports em geral. Escrevo para o Ei Sports e também para outros sites pertencentes ao grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo