Conheça a origem do gol de bicicleta

Sem sombra de dúvidas, o gol mais bonito que um jogador pode fazer em uma partida é o de Bicicleta! Por mais que existam gols lindos, como por exemplo o Olímpico, é inegável toda a emoção que um jogador sente quando um gol de bicicleta é marcado! Mas você conhece a origem dele, quem foi o primeiro a fazer um? Conheça agora a origem do Gol de Bicicleta!

Por que o Gol de Bicicleta é tão ovacionado?

Quando um é feito, logo surgem publicações na internet comentando, “vale um Puskas!” “Esse merece um Puskas!”. Mas de onde vem todo essa admiração por essa jogada?

Simples, além de ser uma jogada muito bonita de se ver, é uma extremamente difícil! Ela exige muito do jogador para ser efetua, desde a exigência física, até a mental. É preciso ver a jogada se desenhando, analisar se a bola virá, ajeitar o corpo, virar, pedalar, isso tudo com um timing perfeito… E sem falar é claro em fazer a bola ir direto para o gol, não para outro lugar.

Origem do Gol de Bicicleta

O primeiro a executar esse lindo O primeiro que se tem registro a fazer um foi o brasileiro Leônidas da Silva, em 1932, no Rio de Janeiro. O gol foi feito em partida entre o Bonsucesso e o Carioca, Leônidas tinha apenas 19 anos! Durante a Copa do Mundo de 1938, Leônidas recebeu de um jornalista francês o título de “Diamante Negro”! Embora o Brasil tenha ficado em terceiro lugar nessa copa, Leônidas foi eleito como o melhor jogador dessa edição!

Ele não apenas é responsável pelo primeiro da história, como também tem grande importancia para o futebol brasileiro no contexto geral. Afinal, foi um dos grandes responsáveis por enaltecer o futebol brasileiro mundo afora.

Alguns outros países tomam para si a origem da jogada, entretanto, é inegável que a jogada registrada por Leônidas foi eternizada, isso, sem contar que é a mais próxima do que conhecemos hoje em dia.

Nomes em outros Países

No Brasil é consagrado chamar a jogada de Chute de Bicicleta, ou tão somente Bicicleta. Entretanto, essa jogada possui nomes diferentes em outros lugares ao redor do mundo. Por exemplo na língua espanhola, a jogada é chamada de “chilena”, isto porque existem divergências quanto a origem dela, sendo uma delas no Chile.

Existem lugares no qual o nome é uma referencia ao movimento do chute, um exemplo é no alemão Fallrückzieher (chute retrocedente), no italiano se chama rovesciata (chute inverso). Mas existem também lugares onde é feita uma homenagem a origem do chute, por exemplo no norueguês que chama brassespark, que traduzido é Chute Brasileiro.

Leia também:

Matheus Henrique

Um amante de esportes e e-Sports. Além de escrever para o Ei Sports escrevo também para outros sites pertencentes ao grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo