Neymar e Djaló quase se agridem após expulsão!

ANÚNCIO

Neymar e Djaló quase saem na mão no vestiário, os dois jogadores precisaram ser separados.

As coisas esquentaram entre o atacante brasileiro e o zagueiro português após a expulsão dupla dos jogadores, na partida que resultou na derrota do PSG por 1 a 0 para o Lille.

PSG perde liderança do Frances

O PSG e o Lille se enfrentaram pela 31ª rodada do Campeonato Frances, mas mesmo jogando em casa o PSG levou a pior. A partida marcava o retorno de Neymar ao time titular após 2 meses, mas em vez de brilhar Neymar novamente se vê dentro de uma polêmica.

A partida valia a liderança do Campeonato Frances, que agora ficou com Lille. Com o resultado da partida, o clube subiu para a liderança alcançando 66 pontos, enquanto que o PSG se manteve com 63 pontos apenas 1 a frente do terceiro colocado Monaco.

Neymar e Djaló

Desde que sofreu lesão, Neymar jogou apenas nos minutos finais contra o Lyons, e teve o seu retorno agora. Mas o atacante novamente foi traído pelo seu nervosismo. Neymar levou um cartão amarelo no inicio do segundo tempo após se irritar com marcação adversária e colocar a mão no rosto do adversário.

ANÚNCIO

Neymar levou o segundo amarelo nos acréscimos do segundo tempo, juntamente com Djaló, que também já havia ganhado um amarelo no primeiro tempo por falta. O brasileiro se irritou com o adversário e o empurrou para fora do campo. Com a ação tanto Neymar quanto Djaló ganharam seu segundo cartão amarelo e ambos foram expulsos.

Mas os ânimos não se acalmaram após a expulsão. Neymar foi filmado indo em direção de maneira afrontosa para Djaló na saída do campo, mas o zagueiro se esgueirava do brasileiro. Entretanto parece que as coisas esquentaram no vestiário com os dois só não se agredindo devido a intervenção de outras pessoas.

Leia também:

ANÚNCIO

Matheus Henrique

Um amante de esportes e e-Sports. Além de escrever para o Ei Sports escrevo também para outros sites pertencentes ao grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo